II Seminário de Cultura e Turismo do Vale Europeu foi um sucesso

CIMVI promove II Seminário de Turismo e Cultura do Vale Europeu
27 de junho de 2019

Foto: Divulgação | Texto: Richard Ferrari

Nos dias 10 e 11 de julho, quarta e quinta-feira, aconteceu na Câmara de Vereadores de Timbó o II Seminário de Cultura e Turismo do Vale Europeu, iniciativa do setor de Cultura, Esporte e Turismo do Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí – CIMVI. Durante os dois dias de evento foram realizadas 10 palestras onde, aproximadamente, 100 pessoas passaram pelo auditório da câmara legislativa timboense.

Foram realizadas palestras com profissionais de diferentes áreas e que abordaram temas ligados a cultura e turismo. Uma das primeiras palestras do seminário foi com Ana Carla Fonseca, onde ela abordou o tema “Território como plataforma de futuro”. Falando sobre o Vale Europeu, ela destaca que, em sua opinião, a união é o ponto que diferencia o Vale de demais destinos turísticos. “A região tem individualmente uma série de singularidades e nós vivemos em um mundo que padronizado. A economia criativa preconiza que aquilo que é singular tem mais atenção e mais apetite para quem quer se enriquecer. Quando você soma todos esses municípios e começa a pensar territorialmente, você não só se apresenta com uma marca muito forte e atrativa, mas você abre as opções de desenvolvimento de produtos, serviços, propostas e ambientes para a mais variada gama de interesses e públicos. Você soma as forças de municípios que individualmente já tem muito potencial” – destacou Ana.

A maioria das palestras, como foi a ministrada pela Ana Carla Fonseca, tratava sobre economia criativa e sustentabilidade no turismo. A gestora de cultura, esporte e turismo do CIMVI, Arlete Regilene Scoz, destaca que esses temas foram pensados para conscientizar e capacitar as pessoas envolvidas no turismo e cultura da nossa região a pensarem dessa forma. “Nossa principal preocupação esteve concentrada no público que atende aos setores de cultura e turismo nas prefeituras, o trade turístico, educadores e atores culturais. Essa diversidade de público que se fez presente no evento, comprova o olhar para o desenvolvimento sustentável do turismo, esteja apoiado no respeito ao patrimônio cultural seja material ou imaterial e sócio ambiental”.

E a avaliação do público foi positiva, como conta o agente turístico Otto Hassler que trabalha no Vale Europeu, acompanhou o seminário e também foi um dos palestrantes, onde falou sobre Atrativos Turísticos Criativos. “Um evento como esse é muito importante porque a conscientização dos empresários e poder público como um todo tem que acontecer. Até hoje, não se tinha muito acesso a cursos e graduações e, a realização de seminários como esse, é uma forma de cobrir essa lacuna” – destacou Otto.

Os comentários estão encerrados.

Whatsapp